Pular para o conteúdo principal

NOVE ASSASSINATOS NO FIM DE SEMANA, 7 SOMENTE NA ZONA LESTE



NOVE ASSASSINATOS NO FIM DE SEMANA, 7 SOMENTE NA ZONA LESTE


Violência proliferou no final se semana e fez nove vítimas , com sete casos registrados somente na Zona Leste (Foto: Cássio Cunha   

Nove assassinatos no fim de semana foram registrados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Instituto Médico Legal (IML) e Secretaria de Segurança Pública. 

Quase no final da noite de sexta-feira, foi assassinado com vários tiros, no bairro João Paulo, por volta das 22h15, Moisés Miranda Santos, 21 anos. No sábado, a primeira vítima de homicídio foi João Rodrigues dos Santos, 39, executado a tiros no bairro Jorge Teixeira, por volta das 19h30. Nesta mesma noite foi assassinado, com vários tiros, no bairro Ouro Verde, Zona Leste, Jeferson
de Paula Fonseca, 27, de 27 anos.
  Moradores foram ver de perto o homem morto no Jorge Teixeira (Foto: Cássio Cunha 
No fim de semana também foram mortos o vigilante Bernardo Castro de Souza, 42, abatido com facadas no peito, e o braçal Luiz Carlos Albino, 29, que perdeu a vida ao ser atingido com golpes de gargalo de garrafa, no bairro de São José Operário.

O mototaxista João Rodrigues dos Santos, 30, foi morto a tiros perto de sua casa, no bairro Jorge Teixeira, na madrugada de ontem, domingo. O industriário André Luiz de Almeida Frota, 31, foi executado com um tiro na cabeça, no bairro deSão José Operário 2, durante um suposto acerto de contas
.

 A Polícia mantém seu contingente nas ruas e faz o desarmamento, mas s execuçõs a tiros continuam em vários bairros da cidade (Foto: Cássio Cunha / Blog do Antônio Zacarias)

Sete dos nove assassinatos aconteceram em bairros da Zona Leste de Manaus de sábado para domingo. Segundo informações da delegada titular da Especializada em Homicídios e Sequestros, Cristinal Portugal, várias testemunhas foram arroladas nos locais dos crimes e os inquéritos vão transcorrer durante toda esta semana. Acusados já estão sendo indiciados pela delegada, que disignou equipes para investigar cada uma das ocorrências.



MOVIMENTO NACIONAL PELA VALORIZAÇàPOLICIAL 

Por Aderivaldo Cardoso– Matar juízes, promotores e policiais é uma afronta ao Estado Democrático de Direito, é uma afronta à própria lei, uma afronta à própria Justiça. Homicídio e latrocínio contra tais profissionais devem ser considerados “CRIMES HEDIONDOS”! Afrontar os guardiões da lei é afrontar o próprio ESTADO!
Para combater essa barbárie nasceu o MOVIMENTO NACIONAL PELA VALORIZAÇÃO DA FAMÍLIA POLICIAL.

O objetivo será a mudança da legislação neste sentido. Tornar os crimes de homicídio e latrocínio contra policiais e quiçá contra juízes e promotores, assim teremos mais força, em crime hediondo, ou seja, com uma punição mais rigorosa para os bandidos. Indo além do que está previsto na Lei 8.072/90.


Precisar criar essa cultura em nosso meio, meu amigo, matar um policial é um atentado contra toda a sociedade. Matar um policial ou um bombeiro tem que ser visto como algo “hediondo” no sentido real da palavra: Feio, horroroso, asqueroso, sórdido, imundo, horrível, horrendo, repugnante, disforme, nojento, ou seja, algo inaceitável em nosso meio. A morte de policiais não pode ser visto como algo normal em nosso meio.


Para os puritanos estou falando morte de policial em razão da profissão seja em serviço ou não, pelo simples fato de ser reconhecido como policial. Policial não poder andar fardado ou com sua carteira de identificação é uma aberração dentro do Estado.




Peço desculpa aos amigos, normalmente meu blog é cheio de palavras positivas e de incentivo, mas decidi entrar em uma campanha para cobrar uma posição do governo (Federal). Queremos tornar alguns crimes cometidos contra nós policiais em crimes hediondos, as fotos são somente para mostrar nossa realidade. Vi vários companheiros mortos nos últimos treze anos. E a sensação é horrível…
  






Comentários

  1. Peço desculpa aos amigos, normalmente meu blog é cheio de palavras positivas e de incentivo, mas decidi entrar em uma campanha para cobrar uma posição do governo (Federal). Queremos tornar alguns crimes cometidos contra policias em crimes hediondos, as fotos são somente para mostrar nossa realidade. Vi vários policias mortos nos últimos treze anos. E a sensação é horrível…

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

Os 7 lugares impenetráveis do mundo

Os 7 lugares impenetráveis do mundo NOV 23 2009
Segue a lista dos 7 lugares de impossível acesso espalhados pelo mundo. São invulneráveis à entrada de qualquer pessoa não autorizada e foram estrategicamente construídos para evitar que isto aconteça. Look: . 1. O abrigo de sementes do fim do mundo A caverna (ou abrigo) de sementes do juízo final situa-se numa ilha norueguesa no Oceano Ártico aberto em 2008, criando um banco de mais de 100 milhões de sementes representando todas as principais culturas alimentares na Terra.
Trata-se então de uma gigante Arca de Noé afim de preservar a nossa flora, por milhares de anos. Se nossas espécies se acabarem por guerras, doenças ou até mesmo pelo aquecimento global, poderão ser reabastecidas a partir destas sementes, que estão protegidas 400 pés montanha abaixo, com todo o tipo de proteção para conservar nossas sementes. O local é constantemente protegido por guardas armados, pode suportar terremotos de magnitude 7º e também resiste a um ataque nuc…