Pular para o conteúdo principal

30 de março Aniversário do Município de Plácido de Castro

http://radialistaediziolimaedizio.blogspot.com.br/
Inicialmente o
local era uma colocação de seringueiro, passando posteriormente a depósito do seringal São
Gabriel, com o nome de Pacatuba. Em 1922, com o crescimento do povoado, surgiu a Vila
Pacatuba que logo depois recebeu o nome de Plácido de Castro, em homenagem ao herói da
Revolução Acreana.
Seu surgimento deu-se em razão da posição comercial estratégica para compra de
borracha, castanha e fornecimento de mercadorias, função de entreposto que concentrava toda
produção da rica e vasta região boliviana.
Plácido de Castro (Acre)

Município de Plácido de Castro
Plácido de Castro - Acre

Plácido de Castro - Acre
Bandeira de Plácido de Castro
Brasão de Plácido de Castro
BandeiraBrasão
Hino
FundaçãoNão disponível
Gentílicoplacidiano
Prefeito(a)Dr. Roney (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Plácido de Castro
Localização de Plácido de Castro no Acre
Plácido de Castro (Acre) está localizado em: Brasil
Localização de Plácido de Castro no Brasil
10° 16' 33" S 67° 09' 00" O
Unidade federativa Acre
MesorregiãoVale do Acre IBGE/2008[1]
MicrorregiãoRio Branco IBGE/2008[1]
Municípios limítrofesAcrelândiaCapixabaSenador GuiomardRio BrancoBolívia.
Distância até a capital100 km
Características geográficas
Área2 047,455 km² [2]
População17 203 hab. IBGE/2010[3]
Densidade8,4 hab./km²
Climaequatorial
Fuso horárioUTC−4
Indicadores
IDH0,683 médio PNUD/2000[4]
PIBR$ 179 697,044 mil IBGE/2008[5]
PIB per capitaR$ 10 027,18 IBGE/2008[5]
Página oficial
Plácido de Castro é um município que fica localizado no leste do Acre, na microrregião de Rio Brancomesorregião do Vale do Acre.
  [mostrar

[editar]História

Criado em 1976, ganhou este nome em homenagem a José Plácido de Castro, militar, líder da Revolução Acreana e posterior Presidente do Estado Independente do Acre, e que também teve papel de destaque, junto com o Barão do Rio Branco e Assis Brasil, na Questão do Acre, que culminou com a assinatura do Tratado de Petrópolis, entre Brasil e Bolívia, tratado que garantiu a posse das terras do território do Acre e o direito da exploração da borracha nesta região para o Brasil.

[editar]Geografia

Sua população em 2007 era de 17 258 habitantes e sua área é de cerca de 2 047 km² (8,4 hab./km²). A sede do município localiza-se a cerca de cem quilômetros da capital.
Limita ao norte com o município de Senador Guiomard, ao sul com a Bolívia, a leste com o município de Acrelândia, a oeste com o município de Capixaba e a noroeste com o município de Rio Branco. Possui um Distrito denominado Vila Campinas, localizado na BR 364 KM 60 sentido Porto Velho.

[editar]Hidrografia

Rio Abuna
Igarapé Rapirrã Igarapé Visionário Igarapé Santa Helena Igarapé São Raimundo

[editar]Rodovias


Biografia de João Morreira Maia,

João Morreira Maia, [ 1926-1999] , conhecido por joca, filho de Salvador Morreira Maia e Ana Gomes Maia. Nasceu em Xapuri, Estado do Acre chegoum em Vila Plácido de Castro em 1943, incialmente trabalhou como , soldado da borracha, enfermeiro prático montou uma montou uma drogaria Foi ainda sub- prefeito, vereador, delegado de poíicia, diretor adiministrativo do Hospital DR. MANOEL Marinho Monte. João Morreira Maia, apesar de gandes serviços prestados a sociadade placiana, foi esquecido pela maioria de seus amigos no momento mais dificil da sua vida quando teve problemas sérios de saúde, durante alguns anos. Joca, foi prefeito de Plácido de Castro de 1980 a 1985, em sua gestão foram construidos: prédio da prefeitura , escola Elias Mansour, quartel da Policia Militar, Mercado dos colonos ,rodiviária Milton Cardoso, Hospital Manoel Marinho Monte,prédio onde funcionou a antiga LBA,escolas rurais,implantou uma antena rastreadora de televisão(TV Globo) e o primeiro posto telefônico.   fonte ; Espaço Plácidiano   de  Maria Alves Lopes

Um comentário:

  1. Edizio lima:
    Mas, escrever sobre Plácido e meus amigos é uma temeridade. É um teste de múltiplas escolhas. Do que escrever? Escrever sobre aPlácido dos nossos sonhos? Sobre a cidade surpresa? Sobre a saudade de uma Plácido de tantos amigos Sobre os sons, os sabores, a sofisticação, os sotaques da cidade?

    Para quem escrever? Para aqueles que também amam Plácido porque "Só quem ama é capaz de ouvir e entender estrelas", como disse o nosso Olavo Bilac.

    Como escrever? Com emoção, expressando sentimentos que "pegam" no dia-a-dia? Com objetividade, apenas narrando? Com orgulho de seu gigantismo, seu progresso? Com saudades, mas não saudosismo?

    Não sei. Vou deixar, não "Ao Correr da Pena", como dizia José de Alencar ao escrever suas crônicas no século XIX, mas "Ao Correr do Teclado", neste século XXI. Vamos ver o que acontece


Foto: JOÃO MOREIRA MAIA (SEU JÓCA)Programação do 36º Aniversário de Plácido de Castro dias 28de março.

ATIVIDADE
DATA
HORÁRIO/LOCAL
MONITORES
Abertura
28.03 2013
7:00 h (rádio-Prefeito)
Torneio de Dominó
28.03.2013
9:00 horas (praça central)
Torneio de Pipas
28.03.2013
10:00 horas (Estádio)
Sessão Solene
28.03.2013
10:00 horas
Câmara Municipal
Torneio de Sinucas
28.03.2013
10:00 horas (praça central)
Torneio de Volley de Trio (areia)
28.03.2013
15:00 horas (quadra de areia)
Grupo Teatral (SESC) Os Saltimbancos
28.03.2013
15:30horas
Torneio de Futsal ( Feminino)
28.03.2013
16:00 horas (Quadra da Praça)
Torneio de Futsal Masculino (apresentação de grupo de Danças nos intervalos).
28.03.2013
19:00 horas (quadra da Praça)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCARPOR ONDE ANDA ?Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar".BREVE HISTÓRICO:Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV.Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB.Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo.Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América.Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Os 7 lugares impenetráveis do mundo

Os 7 lugares impenetráveis do mundo NOV 23 2009
Segue a lista dos 7 lugares de impossível acesso espalhados pelo mundo. São invulneráveis à entrada de qualquer pessoa não autorizada e foram estrategicamente construídos para evitar que isto aconteça. Look:.1. O abrigo de sementes do fim do mundo A caverna (ou abrigo) de sementes do juízo final situa-se numa ilha norueguesa no Oceano Ártico aberto em 2008, criando um banco de mais de 100 milhões de sementes representando todas as principais culturas alimentares na Terra.
Trata-se então de uma gigante Arca de Noé afim de preservar a nossa flora, por milhares de anos. Se nossas espécies se acabarem por guerras, doenças ou até mesmo pelo aquecimento global, poderão ser reabastecidas a partir destas sementes, que estão protegidas 400 pés montanha abaixo, com todo o tipo de proteção para conservar nossas sementes. O local é constantemente protegido por guardas armados, pode suportar terremotos de magnitude 7º e também resiste a um ataque nuc…

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…