Pular para o conteúdo principal

As máquinas de Da Vinci

As máquinas de Da Vinci

Exposição com reproduções fiéis de inventos do gênio da Renascença terá cerimônia de abertura hoje, em Belém


A exposição “As Máquinas de Leonardo Da Vinci”, com a curadoria do italiano Luca Paolo, presidente da Associação Cultural Italian Art, será aberta oficialmente hoje, às 19 horas, em Belém, no 4º piso do Boulevard Shopping, em coquetel apenas para convidados. A visitação ficará aberta ao público a partir de amanhã, dia 21, até 20 de julho, no horário das 10h às 22 horas. A mostra apresenta máquinas fielmente reproduzidas dos desenhos de Leonardo Da Vinci, uma das figuras mais importantes do Renascimento, gênio que se destacou em várias áreas do conhecimento humano, como cientista, matemático, engenheiro, inventor, pintor e escultor, entre outras.
Em pleno século 15, o mestre italiano idealizou inventos fundamentais para o mundo contemporâneo, como o volante, o alicate, a mola, o robô, a bicicleta, o paraquedas, o elevador, a asa-delta e a ponte móvel, entre outros. Assinados pelo artesão italiano Gabriele Niccolaii, os protótipos seguiram os próprios esboços de Da Vinci. A curadoria da mostra é assinada por Lucca Paolo Gori, presidente da Associação Cultural Italian Art, que tem o objetivo de divulgar a cultura italiana.
As máquinas que fazem parte da exposição foram reconstruídas por hábeis artesãos florentinos, sob a supervisão de experientes engenheiros, especialistas na obra de Da Vinci, e representam uma noção do que sobrou do vasto repertório de suas invenções sobre a construção civil, a mecânica, a guerra e o voo. As obras são construídas em madeira, metal e tecido em escala reduzida ou em tamanho natural.
A exposição é composta por 52 modelos produzidos por artesões florentinos e inteiramente reconstruídos seguindo os desenhos originais do mestre e por cinco figuras geométricas acompanhadas por uma cabine em vidro e madeira com o facsimile do livro “Divina Proportionae”, de Luca Pacioli, com os desenhos originais de Leonardo da Vinci. Os artesões utilizaram materiais conhecidos na época da vida de Leonardo, como madeira, ferro e cordas, tudo conforme o original. A mostra é dividida em cinco partes: Máquinas de guerra; Máquinas de ar ou para o vôo; Máquinas hidráulicas; Máquinas civis e Figuras geométricas.
Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta

Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta Valor está acumulado desde novembro, quando último ganhador saiu.
Prêmio é o maior da história da Powerball. Da Reuters FACEBOOK