Pular para o conteúdo principal

Boi-bumbá Caprichoso vence o 50º Festival Folclórico de Parintins, no AM

Boi-bumbá Caprichoso vence o 50º Festival Folclórico de Parintins, no AM

Bumbá Caprichoso apresentou o espetáculo 'Amazônia'.
Agremiação azul e branco comemorou após anúncio da vitória.

Do G1 AM
Boi Caprichoso abriu a terceira noite de apresentações (Foto: Divulgação/ Secom)Boi Caprichoso abriu a terceira noite de apresentações (Foto: Divulgação/ Secom)
Após uma apuração de votos tensa, o resultado do 50º Festival Folclórico de Parintins foi divulgado, na tarde desta segunda-feira (29). O boi-bumbá Caprichoso venceu a disputa com  1.254,3 pontos contra 1.241,8 pontos do Garantido.
A apuração foi realizada no Bumbódromo de Parintins, município a 369 km de Manaus, e contou com a presença dos presidentes e representantes dos dois bumbás.
Antes da contagem dos votos foram entregues os pedidos de impugnação. Um deles foi acatado. O bumbá vermelho e branco foi penalizado em um ponto por fazer apresentação com número de integrantes de tribos indígenas inferior ao exigido no dia 28.
Boi Caprichoso retratou a religiosidade do parintinense em suas alegorias (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)Boi Caprichoso retratou a religiosidade  em suas
alegorias (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)
Mesmo não tendo apresentado o ritual indígena na primeira noite, o Caprichoso recebeu notas 10 neste item. Nenhuma agremiação foi penalizada por exceder o tempo de apresentação.
Na primeira noite, o Caprichoso somou 417,4 pontos e, o Garantido, 413,9. O Caprichoso recebeu 418,3 pontos e garantido 416,5 na segunda noite de apresentação. 
Mesmo antes do anúncio da vitória, torcedores se dirigiram ao Curral Zeca Xibelão para comemorar a vitória do Caprichoso, que apresentou o espetáculo "Amazônia" durante os três dias de disputa.
De acordo com a Secretaria de Comunicação do Estado (Secom),  cerca de 60 mil turistas tenham visitado a ilha nos três dias da festa.
tópicos:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda