Pular para o conteúdo principal

COLUNA – ASSASSINATO DE GOVERNADOR DO ACRE EM 1992 VOLTA A PAUTA COM LAVA-JATO

COLUNA – ASSASSINATO DE GOVERNADOR DO ACRE EM 1992 VOLTA A PAUTA COM LAVA-JATO

coluna2014d

Edmundo Pinto foi executado em São Paulo e conclusão do caso é nebulosa; Odebrecht construía Canal da Maternidade na época

Dilma Roussef está cada dia mais complicada. A oposição representou a presidente e o Ministro das Comunicações Edinho Silva por extorsão. O motivo seriam as doações da construtora UTC que oficialmente teria doado R$ 7,5 milhões à campanha de Dilma. Porém, o pagamento teria sido motivado por “graves ameaças” de excluir a construtora das obras da Petrobrás e do governo federal. A representação contra Dilma e Edinho, pode ser acessada na íntegra AQUIO documento, divulgado com exclusividade pelo site O Antagonista, é assinado pelo PSDB, SD, DEM e PPS.
Engessada
A situação de Dilma está cada vez pior e toda essa enxurrada de denúncias vem prejudicando gravemente a economia do país. Uma coisa que talvez o PT ainda não tenha entendido é que a artilharia só vai cessar quando Dilma pedir para sair, ou quando ela sair à força. O processo é irreversível e só não ver quem não quer. Imagine uma sala cercada por um muro. No alto desse muro, dezenas de atiradores. No chão da sala está Dilma e seus assessores. Mas os atiradores não miram na cabeça, poderiam, mas preferem atirar nos pés, nas pernas, fazê-la sangrar. Ela não entendeu que às vezes, em uma guerra, é preciso se render para reagrupar e lutar de novo. Talvez por ter sido uma péssima guerrilheira tenha acabado presa e deportada. E agora corre o risco de ser morta e ter a cabeça arrastada em praça pública.
E cá?
Guardadas as proporções temos um governador exatamente na mesma posição de Dilma. O governador está mortalmente ferido (politicamente falando), mas não se deu conta disso. Nos últimos tempos vem pisando em ovos com a Assembleia Legislativa, que apesar de parte dizer amém sem questionar, outra vem se rebelando e fazendo pressão. O resultado é um jogo de concessões. Vamos ver como isso vai terminar.
Sem detalhes
A Prefeitura de Porto Velho liberou e entregou ao governador Confúcio Moura  o “Habite-se” do Teatro estadual Palácio das Artes. A confirmação foi feita pelo secretário Marcelo Siqueira, da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz). O documento só saiu na pressão feita nas últimas semanas por causa do ballet russo que esteve na capital e teve que se apresentar na casa de shows Talismã 21. Depois do vexame, agora o teatro pode ter alvará de funcionamento.
Fantasmas do passado
Com a Odebrechet em desgraça ressurgiu o caso da morte do governador do Acre Edmundo Pinto, assassinado em São Paulo em 1992, dias antes dele prestar depoimento em uma CPI do Congresso que investigava supostas propinas que eram pagas pela empreiteira a políticos acreanos enquanto eram realizadas as obras do Canal da Maternidade, na cidade de Rio Branco. Edmundo Pinto, então com 38 anos de idade, havia feito uma série de denúncias contra a empreiteira e seu assassinato nunca foi devidamente esclarecido. E não se trata de “teoria conspiratória”. No hotel em que o governador estava hospedado, também estavam dois funcionários da empreiteira. A polícia paulista tratou o caso como latrocínio (roubo seguido de morte), ignorando o fato de que os seguranças de Edmundo estavam em um quarto ao lado e alegaram não ter ouvido os três disparos de um revólver calibre 38, que vitimaram o governador.
Se de fato
As investigações forem retomadas, a polícia vai achar mais que isso, certamente. Quem conta melhor essa história é o jornalista João Leite Neto, do site Milk News TV que divulgou o vídeo abaixo em seu site, no Paraná. Confira e relembre do cabeludo caso:

Sobre o FIES
Na coluna anterior falamos sobre a questão do FIES e a dificuldades que as instituições de ensino superior irão ter com as mudanças nas regras. Mas o buraco é bem mais embaixo. Um leitor da coluna enviou alguns esclarecimentos sobre o tema que são muito interessantes e vale a pena conhecer. Segue a explicação: O governo federal não paga as faculdades privadas em dinheiro. Elas recebem títulos do Governo que devem ser gastos em primeiro plano com impostos administrados pela receita federal e encargos trabalhistas, em especial os previdenciários, diga-se INSS. Após a liquidação dessas dividas com a união o Governo recompra esses títúlos, o que não significa um fluxo constante de recursos no caixa das instituições.
Portanto
O governo federal não usa recursos diretos do contribuinte, o que ocorre é a renúncia fiscal  de  tributos federais em troca do financiamento estudantil. Em resumo, o funcionamento do FIES ocorre por meio da emissão de títulos da dívida pública, representados por certificados de emissão do Tesouro Nacional (CFT-E). Ocorre que para os grandes grupos como por exemplo, o Kroton, que tem capital aberto na bolsa de valores os títulos oriundos do FIES valem dinheiro para investidores de longo prazo. Portanto, as pequenas e médias instituições trabalham sempre com FIES limitado a sua capacidade de trocar Impostos por vagas e receber a diferença, a recompra, nas datas estabelecidas pelo governo.
Outro detalhe
A ser observado é que parte das receitas das loterias vão para o FIES. Outro aspecto ainda mais importante reside no fato das faculdades depositarem em dinheiro 6,25% do valor dos contratos de FIES para o FGDUC (fundo contra calote de 90% dos valores não pagos e fiança para pessoas carentes). Some-se a isso o fato do aluno financiado, quando não amparado pelo FGDUC precisa apresentar fiadores que ganhem o dobro do valor da mensalidade. Em suma, o empresário troca impostos e encargos por alunos com FIES, pega de vez em quando algum troco e ainda assume o seguro contra inadimplência e corre o risco de arcar com 10% das dividas não pagas. Para o aluno existe a possibilidade de estudar e melhorar de vida,manter seus fiadores e pagar seu financiamento. Já para o Governo, este nunca perde, só leva a fama de investidor. Acho que deu para entender a jogada, né?
Na pressão
O deputado estadual Leo Moraes (PTB-Porto Velho) provocou audiência entre representantes da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) e o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Edenir Sebastião Albuquerque da Rosa, para tratar da convocação dos candidatos aprovados no concurso de 2010 da Secretaria de Justiça (Sejus). Depois de longa discussão nesta segunda-feira, o Governo chegou a um acordo e terá prazo de 40 dias para chamar os 364 aprovados no concurso para agente penitenciário para iniciar a academia. O curso tem duração de 90 dias para então todos assumirem seus postos. “Com esse acordo, todos os remanescentes do concurso de 2010 serão chamados”, comemorou Leo Moraes.
Para contatos
Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos nowww.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.
Cientistas aprimoram diagnóstico precoce de câncer de mama
Pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP obtiveram resultados significativos para o aprimoramento do diagnóstico precoce do câncer de mama, patologia responsável por 12% de todos os casos de câncer no mundo, segundo a International Agency for Research on Cancer – IARC. O tumor maligno surge quando células da mama se dividem desordenadamente. A pesquisa foi realizada em parceria com especialistas do Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e do Instituto de Química, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O artigo referente a esse estudo, publicado recentemente na ACS Applied Materials & Interfaces, descreve o design de biossensores produzidos com filmes nanoestruturados. Esses filmes contêm anticorpos que interagem especificamente com marcadores de câncer, que são moléculas extraídas de algum fluído do paciente, tal como do sangue, suor, da saliva, etc. A interação entre os anticorpos e marcadores provoca alteração nas propriedades dos filmes, permitindo a detecção, ou seja, o diagnóstico que o paciente tem a doença. Agora, os pesquisadores estão trabalhando no aprimoramento do diagnóstico de outros tipos de câncer, com amostras reais, já que nas pesquisas com câncer de mama os especialistas atuaram com um marcador inserido em uma solução, ao invés de utilizarem uma célula cancerosa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda