Pular para o conteúdo principal

Homem mata idoso após tomar café com ele para roubar lancha, em Tapauá

Homem mata idoso após tomar café com ele para roubar lancha, em Tapauá

Suspeito, que confessou o crime, estava em uma comunidade rural e pretendia sair do município. Na noite do crime, o barco dele, uma rabeta, havia quebrado

    Irmão do suspeito disse que ele pretendia sair do município
    Irmão do suspeito disse que ele pretendia sair do município (Divulgação)
    Alciene Silva de Andrade, conhecido como Leca, de 24 anos, foi preso nas primeiras horas do sábado (13), em Tapauá, acusado de latrocínio. Segundo a Polícia Civil, ele confessou que matou  por estrangulamento Adolfo Maia de 86 anos, conhecido como Gonzaga, e roubou a lancha da vítima.
    No interrogatório, Leca disse que na noite da terça-feira (9), por volta das 19h estava passando próximo à casa da vitima - que morava sozinha e isolada num flutuante no Rio Abufari - quando seu barco rabeta quebrou e teve que  continuar a viagem de remo. Foi então que surgiu a ideia de roubar a lancha da vitima.
    Leca afirmou para a polícia que entrou na casa de Gonzaga, tomou um café e em um "descuido" aplicou um "mata leão" sufocando a vitima. Em seguida, ele jogou o corpo no rio.
    Investigação
    Após o desaparecimento de Gonzaga, a lancha roubada foi encontrada por uma criança nas proximidades da sede do município parcialmente submersa e com uma nova pintura (tinta branca) no sábado. Próximo à lancha, foi encontrada a lata da tinta.
    A policia então verificou todas as lojas que trabalhavam com aquele tipo de tinta. Os policiais  checaram o lote e data de validade, chegando a quatro suspeitos que compraram tintas naquelas condições. Ainda na noite da sexta feira, em um chamado no 192, a polícia informou que recebeu uma denúncia anônima, que apontava para um dos quatro homens.
    O irmão de Leca foi ouvido e confirmou que ele seria o autor do delito, e s já havia fugido para a comunidade Bom Intento. Segundo o irmão, ele tinha intenção de sair do município.
    De posse destas informações, na madrugada do sábado,  uma equipe policial de lancha se dirigiu para a comunidade e lá prendeu Leca. O suspeito está preso na carceragem do 64º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que fica em Tapauá, e ficará a disposição da Justiça.
    Se for condenado pelo crime de latrocínio, roubo seguido de morte, previsto no artigo 157 parágrafo 3° do Código Penal, ele poderá pegar de 20 a 30 anos de prisão.

    Comentários

    Postagens mais visitadas deste blog

    MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

    MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda

    Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

    Povos indígenas no estado de Rondônia
    Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
    1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
    A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
    Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
    Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

    Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta

    Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta Valor está acumulado desde novembro, quando último ganhador saiu.
    Prêmio é o maior da história da Powerball. Da Reuters FACEBOOK