Pular para o conteúdo principal

ildebrando Pascoal vai a júri popular no Piauí pela morte de José Hugo

ildebrando Pascoal vai a júri popular no Piauí pela morte de José Hugo

O juiz não definiu, na decisão, a data do julgamento de Hildebrando Pascoal
Hildebrando
O juiz da Comarca de Parnaguá (821 km de Teresina, capital do Piauí) Fabrício Paulo Cysne de Novaes, pronunciou esta semana  o ex deputado Hidelbrando Pascoal,  Raimundo Alves de Oliveira, o Raimundinho,  e Baltazar Rodrigues Nogueira a responderem em júri popular pela morte de José Hugo Alves Júnior, ocorrida na fazenda “Itapoã”, no município de Parnaguá, em 1997. 
O crime teria sido ocasionado por vingança, visto que Huguinho matou um irmão de Hildebrando e refugiou-se em seguida no sul do Piauí. O ex deputado já cumpre pena de 65 anos por tráfico de drogas, roubo de cargas, formação de quadrilha e crime organizado.  Hidelbrando  deve ser recambiado para Parnaguá para o júri.
O ex-deputado e ex-coronel da Polícia Militar   Hildebrando Pascoal sempre foi acusado de liderar um grupo de extermínio que atuou no Acre durante a década de 1990. Raimundinho fazia parte do braço executor do grupo. Em 2009, ele foi condenado pela morte de Agilson Firmino, o ‘Baiano’, caso que ficou conhecido popularmente como ‘Crime da Motosserra’. As condenações todas somam mais de 100 anos.
Firmino teria auxiliado na fuga de José Hugo Alves Júnior, suspeito de ter assassinado Itamar Pascoal, irmão do ex-deputado, após uma discussão em um posto de gasolina da capital. Hugo foi localizado pelo grupo de Hildebrando no Piauí, numa região na divisa com o Estado da Bahia.
A vítima teria sido então levada para o município de Formosa do Rio Preto, onde teria sido torturada e assassinada. O ex-deputado também é acusado de sequestro e cárcere privado praticado contra Clerisnar dos Santos e seus dois filhos menores. Esposa e filhos de José Hugo respectivamente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda