Pular para o conteúdo principal

Noticias do Acre !


Sebastião Viana não vê necessidade de demitir cargos comissionados no Acre

Luciano Tavares – da redação de ac24horas lucianotavares.acre@gmal.com26/08/2015 10:11:40 Mesmo com a máquina estatal inchada, mergulhada numa crise financeira, que afeta diversos setores do Estado, o governador do Acre, Sebastião Viana, não ventila a possibilidade de cortar o número de cargos comissionados. Foi o que informou a assessoria do governo ao ser questionada por ac24horas.
O governo informou que “não há necessidade no momento” e que o Acre tem um dos percentuais mais baixos do Brasil de cargos comissionados.
“Não foi discutido até porque não há necessidade no momento. Uma das primeiras medidas que o governador Tião Viana teve ao assumir seu segundo mandato foi extinguir 1.500 cargos de grupo de trabalho. Temos um dos percentuais mais baixos do Brasil de cargos comissionados, não chega a 4%. O maior volume do orçamento da nossa folha de pagamento é para salário de servidores”, diz o governo.
No mês passado a reportagem de ac24horas mostrou que até abril de 2015, o governador Sebastião Viana já havia nomeado 1.779 cargos em comissão, distribuídos de CEC-1 a CEC-07, gerando uma despesa mensal de R$ 6,7 milhões e anual de R$ 87,66 milhões. Somando com os cargos do primeiro escalão (R$ 39,41 milhões/ano), secretários de Estado e assessores especiais, a despesa anual, considerando a quantidade de ocupantes de cargos neste momento, chega a aproximadamente R$ 127 milhões. São 176 integrantes do primeiro escalão e 1.779 comissionados, totalizando 1.955 pessoas empregadas em cargos temporários, os mais diversos, no governo de Sebastião.
Ao contrário do petista acreano, sua correligionária, a presidente Dilma Rousseff, pressionada pela crise, manifestações e o Congresso Nacional, anunciou que deverá cortar 10 dos atuais 39 ministérios e que além do enxugamento das pastas, o governo federal irá reduzir as despesas de custeio, como contas de água e luz. Até contratos para prestação de serviços nos órgãos federais, como transporte de servidores, serão revistos com o objetivo de economizar os gastos. A reforma ministerial vai extinguir cerca de mil dos cerca de 22,5 mil cargos comissionados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta

Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta Valor está acumulado desde novembro, quando último ganhador saiu.
Prêmio é o maior da história da Powerball. Da Reuters FACEBOOK