Pular para o conteúdo principal

Cuidado com a plantinha

Sabe aquela plantinha aí no canto da sua sala, que deixou um ar todo vívido ao ambiente. Cuidado, ela pode ser uma planta assassina!
Isso mesmo. Estamos falando da famosa “Comigo-ninguém-podeouAningá-do-Pará” - Dieffenbachia Seguine ou Dieffenbachia Ssp -, que pode ser encontrada facilmente em terras tupiniquins.
planta_assassina_sossolteiros_03
De acordo com o Departamento de Ciências em Plantas de Oxford, a “comigo-ninguém-pode” possue oxalato de cálcio em sua estrutura, um composto venenoso que que devemos tomar muita cautela, evitando o contato com olhos e boca.
Segundo um estudo realizado pela Universidade Federal da Bahia, o contato com as toxinas da planta pode se dar de três formas: pelos olhos, boca e pele.
Os efeitos colaterais, em humanos e animais domésticos, podem se manifestar nos olhos como dores acentuadas, fotofobia, conjuntivites e lesões na córnea – na boca como dores instantâneas, salivação, edemas na língua, úlcera, vômitos e diarreia – e na pele como dermatites, queimaduras graves e até mesmo o surgimento de bolhas.
Ainda mais grave, no caso de ingestão, ocorre obstrução do sistema respiratório e umas das seguintes reações é o bloqueio da laringe, o que pode causar dificuldades respiratórias e até mesmo a morte.
comigoninguempode_sossolteiros
Como uma pesquisa compilada pela Universidade Federal de São Carlos diz, as intoxicações são acidentais e na maioria dos casos, os afetados são crianças e animais. Também afirmam que muitas pessoas desconhecem as propriedades das plantas que cultivam.
Assim, conforme o Instituto Ortopédico e de Reabilitação da Universidade de Maryland afirma, para socorrer alguém que teve algum contato com a verdinha, basta limpar a boca com um pano úmido e frio, lavar olhos e pele, caso tenham encostado na planta, tomar leite e procurar auxílio médico.


Eu, heim?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda