Pular para o conteúdo principal

Família é brutalmente assassinada em chácara localizada na BR-317

Família é brutalmente assassinada em chácara localizada na BR-317

 ac24horasUma família foi brutalmente assassinada a golpes de facão numa chácara situada no Ramal Quinauá, quilometro 02, Lote 204, no Baixa Verde, situada na BR- 364, área rural, sentido Boca do Acre. O crime teria ocorrido, supostamente, entre a noite do sábado, 26, e madrugada do domingo, 27.
O corpo do casal de idosos Orlinda Timóteo da Silva, 83 anos, Osvaldo Macário, 75 anos e do filho Acrinaldo Souza de Macedo, 42 anos, foram encontrados dentro da residência.
O crime macabro e envolto em mistério fez com que a equipe acionasse de imediatamente reforço policial, já que uma ligação anônima dava conta, por meio do Ciosp – que os corpos estariam dentro de um veículo modelo Corsa, mas quando a equipe chegou ao local não foi identificado carro algum.
A filha da idosa assassinada foi quem recepcionou a polícia e informou que os corpos estariam dentro da casa. A equipe de polícia acionou também peritos do Instituto Médico Legal (IML) e da Polícia Civil.
A princípio nem um dos moradores quis prestar informações, somente a filha da vítima, Clemilda, informou aos agentes que era por volta das 10 horas da manhã do sábado, 26, quando teria ido à casa dos pais e, lá estavam quatro pessoas estranhas das quais a mesma identificou apenas um deles, como sendo: Tadeu (vulgo Deuzim), morador temido na região por ser violento. Ele estaria acompanhado de outros três homens e uma mulher.
Segundo a filha da vítima, os homens estariam matando um porco para assar e ingerindo bebida alcoólica. Um vizinho informou a polícia que a bebedeira teria se estendido por todo o dia, mas não soube informar se viu alguma movimentação estranha no local.
A filha informou ainda que pediu que seu filho de criação voltasse a casa de sua mãe duas horas depois, por volta das 12 horas, a fim de buscar carne de porco. Ao voltar o menino teria informado que os estranhos ainda bebiam e comiam no local.
Na manhã do domingo, 27, Clemilda foi à casa dos pais e afirmou ter encontrado a mãe, o padrasto e o irmão mortos. Com base no relato das testemunhas, uma equipe foi deslocada a casa de “Deuzim”, situada a poucos metros do local do crime, e lá encontraram um par de sapato e uma bermuda lavadas, supostamente com intuito de esconder as manchas de sangue.
A polícia ainda não tem pista do paradeiro doss suspeitos, mas deu início às investigações, a fim de elucidar o caso que chocou os morados do Baixa Verde.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda