Pular para o conteúdo principal

Obrigado Alemanha por receber refugiados

Refugiados chegam à Alemanha e são recebidos com faixas de boas-vindas

País abriu fronteiras para receber imigrantes de países em crise.
Entre sábado e domingo, foram mais de 13 mil pessoas transportadas.

Da Reuters
Grupo de refugiados é recebido com faixas de boas-vindas em estação ferroviária da Alemanha. (Foto: Ina Fassbende/Reuters)Grupo de refugiados é recebido com faixas de boas-vindas em estação ferroviária da Alemanha. (Foto: Ina Fassbende/Reuters)
Um grupo de refugiados foi recebido com faixas de boas-vindas ao chegar à estação ferroviária de Dortmund, na Alemanha , neste domingo (6). Em 2 dias, o número de refugiados acolhidos por países europeus já passa de 13 mil.
A Alemanha e a Áustria abriram suas fronteiras para receber pessoas de países em crise. O drama dos imigrantes ganhou maiores proporções nesta quarta (2), quando foi divulgada  a foto de um menino morto em uma praia da Turquia após uma arriscada travessia de barco. A família queria chegar à Europa e, depois, seguir para o Canadá.
Na madrugada deste domingo (6),  cerca de mil refugiados do Oriente Médio cruzaram a pé a fronteira entre Áustria e Hungria. Eles fizeram a travessia caminhando após terem vindo de trem de diferentes pontos da Hungria, informou a Polícia austríaca.
Mais de 3 mil refugiados chegaram na região fronteiriça de Nickelsdorf após a última onda migratória. Cerca de 1,5 mil foram levados em ônibus, ainda de madrugada, até diferentes centros de alojamento em Viena, Baixa Áustria e Alta Áustria, para que neste domingo (6) seguissem viagem rumo à Alemanha, se assim o desejassem.

Balanço parcial
A empresa estatal ferroviária da Áustria (ÖBB) transportou no sábado 11 mil refugiados, procedentes da Hungria, até a vizinha Alemanha, enquanto outros 2.,2 mil estão a caminho, informou neste domingo uma porta-voz da companhia à agência de notícias "APA".

Assim, o número total de refugiados do Oriente Médio que cruzou a fronteira entre Hungria e Áustria desde a madrugada de sábado já supera os 13 mil, frente às estimativas iniciais que antecipavam cerca de 10 mil pessoas. Na Hungria saíram esta manhã vários trens com mil refugiados a bordo, com destino à cidade de Hageyshalom, onde iam tomar outro trem até a fronteira austro-húngara.
Refugiados e imigrantes dormem sobre os trilhos de trem perto da aldeia de Idomeni, na fronteira da Grécia com a Macedónia, neste domingo (6) (Foto: Alexandros Avramidis/Reuters)Refugiados e imigrantes dormem sobre os trilhos de trem perto da aldeia de Idomeni, na fronteira da Grécia com a Macedónia, neste domingo (6) (Foto: Alexandros Avramidis/Reuters)

tópicos:

Comentários

  1. Assim , eu não poderia deixar de dizer muito obrigado Alemanha por receber esses refugiados ,afinal são pessoas sofridas procurando um lugar no mundo pra viver ,só elas sabem os sofrimentos que guerra traz , sem comida e sem Casa sem Paz é assim que elas estão lá , então mais uma vez obrigado Alemanha !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda