Pular para o conteúdo principal

Acre =Na entrevista do governador a araruta teve seu dia de mingau

Na entrevista do governador a araruta teve seu dia de mingau

 
Perpétua vai à guerra
A segunda guerra mundial revelou estrategistas militares fabulosos como o general alemão Rommel, o general americano Patton, o general inglês Montegomery, entre outros. Mas, a partir de agora o Brasil não terá mais inveja no campo da inteligência militar. Estamos por cima da carne seca, com diz o ditado. A ex-deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) acaba de ser nomeada pela Dilma como “Secretária da Defesa”, uma espécie de conselheira para assuntos militares. Novidade! Conheço a comunista como uma parlamentar federal muito atuante, mas não neste ramo. O Estado Islâmico que não ouse dar as caras pelo Brasil. Se vier ele, se lasca! Se provocarem, a nossa especialista em segurança nacional, Perpétua Almeida (foto), ela vai à guerra! E se o Evo Morales se encrespar ela toma Cobija e bota o Edvaldo Magalhães de interventor. Desde já sou candidato a correspondente de guerra no front boliviano.
Araruta teve seu dia de mingau
O batalhão de assessores de comunicação do governo fez algo interessante, a última entrevista com o governador Tião Viana. A idéia foi boa. Mas, com perguntas só feitas por jornalistas em cargos de confiança, ficou muito oficial. Entrevista tem de ser provocativa.
Crescem na provocação
Políticos como Jorge Viana e Tião Viana crescem na provocação e não no Vovô viu a uva.
A cara do Brad Pitt
Sobre uma foto postada pelo deputado Jenilson Lopes (PCdoB) se sentindo o clone do cantor sertanejo Xororó, chegou o e-mail: “o deputado Jenilson está mais parecido com um boliviano colha, do que com o Xororó”. Quanta maldade! Liga não, Jenilson você é a cara do Brad Pitt!
Acusações consistentes
O prefeito do Bujari, Tonheiro (PT), não tem muitas explicações a dar ao seu favor no processo de CPI que corre na Câmara Municipal pedindo a sua cassação. São fortes os motivos do relatório da CGU. E como não construiu uma base parlamentar, só tem um vereador ao seu favor.
Virou rotina
Virou rotina o prefeito de Assis Brasil, Betinho, ficar com as contas bloqueadas por não pagar o parcelamento de dívidas federais. Nem o repasse do ICMs que é destinado pelo Estado pode receber, o que o deixa sem condições de pagar a folha salarial. Culpa da sua natural inércia.
Desculpas esfarrapadas
A justificativa agora é que o governo demorou repassar o valor institucional da parcela do ICMs. Conversa fiada. Com a prefeitura inadimplente não adiantaria nada o valor cair ou não cair na conta. É o tipo de situação que o Betinho não vai resolver mudando de partido.
Avaliação política
A avaliação que os prefeitos estão fazendo para não entrar no PR é que em 2018 o grande protagonista da eleição presidencial será o PSDB, com a candidatura de Aécio Neves, o PR será um mero complemento. Por isso o recuo na decisão inicial de deixarem o PSDB.
Vida nada fácil
Os prefeitos do interior não terão vida nada fácil na acmapnha deste ano ao buscarem a reeleição. Todos se elegeram atacando os ex-prefeitos, taxando-os de incompetentes, e muitos estão fazendo uma administração tão ruim ou pior que os seus antecessores.
Fazendo campanha
Quem tem recebido candidatos a vereadores em sua casa é o Coronel PM Ulisses, numa articulação antecipada para ser candidato a deputado estadual em 2018. És temprano, Coronel!
Novo mandato
Não foi uma vereadora opaca, por isso acho que a Lene Petecão (PSD) tem cacife para tentar um mandato completo de vereadora, já que cumpriu um mandato-tampão, na vaga da ex-vereadora Eliane Sinhasique (PMDB), que se elegeu deputada estadual.
Jogadas no rio Acre
O Roque, presidente do PHS, ligou dizendo não haver vaga para o ex-deputado Helder Paiva ser candidato a vereador na eleição municipal de Rio Branco. Justificativa:  “joguei as fichas de filiação do PHS no Rio Acre”.
Procurando problemas?
O ex-deputado Walter Prado (PROS) já cumpriu vários mandatos, não disputou a última reeleição por problemas de saúde, tem a vida financeira estabilizada, e considero uma tremenda burrice ser candidato a vereador da Capital, que nada lhe acrescentaria.
Nome novo
Alguns empresários articulam o nome do diretor do Hospital Regional do Juruá, Marco Lima, como opção para ser candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul. É ligado ao deputado federal César Messias (PSB). O certo é que o tempo avança e a FPA não definiu a sua candidatura.
Filiação é livre arbítrio
A ex-deputada federal Antonia Lúcia (PR) não vai tornar o seu partido forte ameaçando não liberar suas emendas pendentes aos prefeitos que não se filiarem, até porque a filiação é de livre arbítrio. O prefeito de Porto Acre, Carlinhos da Saúde, fez uma opção de ficar no PSDB.
Entra como favorita
Caso não cometa uma burrada até a eleição, a vereadora Fernanda Hassem (PT), que foi a mais votada do município, entra como favorita na disputa da prefeitura de Brasiléia. A oposição não consegue se entender em torno de uma candidatura única.
Situação diferente
Para deputado federal, Chicarlos (DEM), teve cerca de 9 mil votos em Feijó. Nadou de braçada por ter sido o candidato do município. Não pense que para prefeito repetirá o feito. É outra eleição e num universo de vários candidatos regionais. Não se engane com a cor da chita.
Com que cara vai se apresentar?
O candidato a prefeito de Tarauacá pelo PDT, Chico Batista, apoiado pelo deputado Jesus Sérgio (PDT), não poderá nem atacar o prefeito Rodrigo Damasceno por ser do PT. Ninguém defende mais na Aleac o governo Tião Viana, que é do PT, que o deputado Jesus Sérgio.
Briga de correligionários
No máximo esta disputa pode ser vista como uma ação entre amigos do mesmo naipe político.
O bem amado
O PT está montando uma chapa de candidatos que não puderam ser abrigados em sua legenda para a disputa da Câmara Municipal de Rio Branco, no PSL. O presidente do PSL, Pedro Longo, é uma espécie de bem amado na cúpula petista.
Se virando nos trinta
Quem está em plena campanha na zona rural, visitando ribeirinhos, colonos, é o deputado Eber Machado (PSDC), numa mostra que não está entrando na corrida pela prefeitura de Rio Branco para ser um mero figurante. Dos candidatos da oposição é o mais ativo.
Descobriu a pólvora
A senadora Marina Silva (REDE) acaba de descobrir a pólvora: “A Dilma não tem mais liderança política no país”. Isso até frentista do Posto de Gasolina de Santa Rosa sabe de cor e salteado.
Cota dos malditos
É aquilo que o senador Fernando Collor (PTB) disse: “a Dilma vai terminar o mandato, mas não conseguirá levantar a cabeça”. Após deixar a presidência deverá entrar para a história como uma das piores presidentes que o Brasil já teve. Simplesmente um desastre.
Pau seco
A presidente Dilma é como pau seco, quando desaba leva quem esta perto para o chão. Conseguiu derrubar o prestígio popular do Lula, que em todas as pesquisas aparece perdendo para o Aécio Neves (PSDB) e para a Marina Silva (REDE), algo jamais previsto há bem pouco.
Sete chaves
Já perguntei a várias figuras da cúpula do PT quem será o candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul pela FPA. E todos com a mesma resposta: “quem vai definir é o Tião Viana”. Só que está só se limita a falar que será um “nome novo”. E o tempo vai passando.
Por que somente agora, depois do bem bom?
Todo dia o senador Sérgio Petecão (PSD) dispara críticas contra a BR-364, contra o então gestor Marcus Alexandre, contra o governador Tião Viana, contra o Jorge Viana, só que estas críticas estão chegando com muito atraso. Deveriam ter sido feitas no auge da construção, quando o PT o colocou como presidente da Assembléia Legislativa e era um dos principais aliados do Jorge Viana e do Tião Viana. E não se registra neste período nenhuma entrevista, declaração, uma leve crítica, contra a forma como estava sendo construída a BR-364, no trecho Rio Branco-Cruzeiro do Sul? Né, Petecão?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda