Pular para o conteúdo principal

As maravilhas de Iguape

As maravilhas de Iguape




 Em 1532 Pero de Góis foi ordenado a retirar Moschera da região que pertencia à coroa portuguesa. Esta ordenação veio diretamente de Martim Afonso de Sousa no qual deixou bem claro o uso enérgico da força.  Moschera teria vindo com um grupo de castelhanos do Rio da Prata e se instalado na região ilegalmente.
A fundação de Iguape se oficializou em 3 de Dezembro de 1538 em mãos de seus legítimos donos .
A origem do nome “ Iguape” é da língua Tupi onde se traduz “ na enseada”.
Iguape possui uma riqueza enorme tanto em sua historia como em relação ao meio ambiente.
Aos visitantes deve se tomar por nota os seguintes locais:
•         Barra do Ribeira e Costão da Jureia
•         Museu Municipal
•         Museu de Arte Sacra
•          Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape e Nossa senhora das Neves
•         Fundação S.O.S Mata Atlântica
•         Morro do Espia
•         Estação Ecológica de Juréia-Itatins

No Morro do Espia o recanto turístico Fonte do Senhor pertence ao Parque Florestal Municipal, sendo um local tranquilo e agradável para trilhas ecológicas.
Podemos visitar a Gruta onde foi levada a imagem do Senhor Bom Jesus de Iguape, esta gruta recebe milhares de visitantes principalmente na época da festa do Senhor Bom Jesus.
A igreja de São Benedito tendo sua origem no final do século XIX recebe muitos turistas e devotos. A Irmandade de São Benedito idealizou o Santuário no qual foi bastante frequentado por Negros em seu período de criação.
O sitio Arqueológico da “Caverna do Ódio” guarda a historia de pequenos crustáceos, carapaças de moluscos, restos ósseos de peixes dentre manchas de carvão das fogueiras dos antigos grupos de pescadores que por ali ficavam.
  A trilha famosa de Iguape se chama “ Trilha do Imperador “ onde populares contam a origem deste nome . Esta trilha servia de passagem para informações do Império a outras localidades do Brasil. Conta se que a Imagem do Bom Jesus de Iguape possivelmente obteve passagem por esta trilha.
 A Barra do Ribeira – Praia da Juréia é onde  o Rio Ribeira deságua no mar , um local ótimo para a pesca  e passeio de barco   .
O centro Histórico de Iguape e tombado no ano de 2009 pelo  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional como patrimônio nacional.
Este patrimônio é do povo brasileiro e deve ser divulgado em todo o mundo.

GazetadeBeirute
Anthony Mohammad


Leia Mais:http://www.gazetadebeirute.com/2012/11/as-maravilhas-de-iguape.html#ixzz3xVI9U1nY
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda