Pular para o conteúdo principal

Os principais canais de navegação do mundo

Os principais canais de navegação do mundo

Os canais de navegação de navios são estruturas construídas para acomodar a passagem de navios de um ponto a outro. Existem diversos tipos, tanto os canais naturais, quanto rios deslocados para facilitar a navegação e ainda os canais inteiramente construídos artificialmente.
O principal objetivo dos canais é criar um atalho para a navegação, evitando longos deslocamentos dos navios. Além disso, são usados para criar uma rota navegável entre dois oceanos, mares ou lagos separados por terra.
A utilização dos canais de navegação é muitas vezes uma alternativa economicamente viável à outros modos de transporteou mesmo ao deslocamento do navio por grandes distâncias para contornar o obstáculo.
Conheça abaixo um pouco mais sobre alguns do grandes canais do mundo. Veja no final uma bela galeria de imagens de todos eles.
canal do panama vista aérea - lago e compotas

CANAL DO PANAMÁ

O Canal do Panamá foi aberto em 1914, é um canal com 82 km de comprimento, com 152 m de largura e uma profundidade de 26 m, ligando o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico, e localiza-se no Panamá. Já foi tema de outras matérias aqui no Logística Descomplicada. Leia mais sobre ele em Conheça mais sobre o Canal do Panamá e também em O Canal do Panamá em vídeo. Este é um dos mais importantes canais de navegação do mundo, sendo fundamental para os transportes inclusive dos EUA, quando os produtos são enviados por via marítima de uma costa a outra.

canal de suezCANAL DE SUEZ

O Canal de Suez foi inaugurado em 1869, é um canal com 160 km de comprimento, com 170 m de largura e uma profundidade de 20 m, e faz a ligação entre o Mar Mediterrâneo e o Mar Vermelho, e fica localizado no Egito. Sua construção levou 10 anos e ele é também conhecido como a auto estrada para a Índia. Permite a navegação entre Europa e Ásia sem ter que contornar o sul da África. Ao contrário do Canal do Panamá, este não contém compotas, pois os dois mares estão no mesmo nível.

mapa do canal da manchaCANAL DA MANCHA

O Canal da Mancha une o Mar do Norte ao Oceano Atlântico, e possui 563 km de comprimento, com uma largura variando de 33 km a 240 km, e uma profundidade que vai de 45 m a até 120 m. Localiza-se na Inglaterra.
Uma particularidade do Canal da Mancha, é que sob suas águas passa o EUROTÚNEL, um túnel ferroviário submarino e subterrâneo com 51 km de comprimento sendo 37,9 km embaixo do mar, a uma profundidade média de 45,7 m chegando a até 60 metros abaixo do nível do mar.

vista aérea do canal de kielCANAL KIEL

Localizado na Alemanha, o Canal Kiel, tem 98 km de comprimento, 50 m de largura e 11 m de profundidade, inaugurado em 1895, encurta a passagem entre o Mar do Norte e o Mar Báltico. A passagem pelo Canal de Kiel economiza uma viagem de 460 km pela Península de Jutland; além de economizar tempo de viagem, a passagem pelo canal é mais segura, pois existem fortes tempestades com frequência nos mares da península. Mais de 43 mil navios passaram por ele em 2007.

CANAL HOUSTON SHIP

Localizado nos EUA, o canal possui 98 km de comprimento, 161 m de largura e 14 m de profundidade, e liga Houston, Texas ao Golfo do México.

CANAL WELLAND

Localizado no Canadá, o canal possui 45 km de comprimento, 24 m de largura e 2,4 m de profundidade. Inaugurado em 1931, o canal liga o Lago Erie até o Lago Ontário, e faz parte do Saint Lawrence Seaway.

st lawrence seaway canal - canadaCANAL SAINT LAWRENCE SEAWAY

O Canal Saint Lawrence Seaway liga o oceano Atlântico aos Grandes Lagos na América do Norte e permite a passagem de navios de até 8,1m de calado. Legalmente, o canal se estende a partir de Montreal para o lago Erie, incluindo o Canal de Welland. O canal recebeu esse nome por causa do rio São Lourenço, que vai do Lago Ontário até ao oceano Atlântico. Existem ao todo 14 comportas ao longo do canal. Foi inaugurado em 1959 a um custo de US$ 638 milhões.

canal do meno danúbio - alemanhaCANAL MENO-DANÚBIO

O canal Meno-Danúbio é um canal alemão de 171 quilômetros que faz a conexão entre o rio Danúbio e o rio Meno, ligando ambos ao rio Reno, possibilitando assim o mais curto percurso de transporte fluvial de Constança (Romênia, Mar Negro) até o porto de Roterdam (Países Baixos, Mar do Norte). O Porto de Roterdam também já foi alvo de matérias aqui no site, e você pode saber muito mais sobre ele em Informações sobre o Porto de Roterdã e também no vídeo sobre o Porto de Roterdã.

rochas do canal de corintoCANAL DE CORINTO

O canal de Corinto é um canal escavado sobre a rocha do istmo de Corinto no final do século XIX, e conta com uma altura de mais de 40 metros, uma extensão de 6,3 quilômetros de comprimento e uma largura de apenas 21 m, impede a passagem de cargueiros internacionais.
Finalizado, em 1893, trouxe um grande benefício econômico à região, já que criava uma via marítima entre as águas do golfo de Corinto com as do mar Egeu permitindo assim aos navios mercantes encurtar sua viagem em mais de 400 quilômetros.

barco no canal de midi françaCANAL DE MIDI

O Canal do Midi é um canal artificial que se localiza na região do Midi, na França. É o mais antigo canal marítimo da Europa ainda em funcionamento.
Navegável entre o rio Garonne, na altura de Tolosa, e Sète, no mar Mediterrâneo, numa extensão de 240 quilômetros, permite a comunicação entre o oceano Atlântico e o Mediterrâneo. Inaugurado em 1681, ao longo de seu percurso encontram-se trezentas e cinquenta obras de arte, entre pontes, eclusas e aquedutos.
O objetivo deste canal era ligar, através de terras francesas, o Oceano Atlântico e o Mar Mediterrâneo. Desde a ocupação romana, a França sempre sonhou com a realização de tal feito, pois ela sempre esteve vulnerável aos altos impostos dos espanhóis quando os barcos atravessavam o estreito de Gibraltar.
Veja abaixo uma galeria de imagens dos canais que abordamos neste texto.
[nggallery id=21]O Grande Canal da China, conhecido também como Grande Canal Jing-Han é o canal ou rio artificial mais antigo do mundo.
Traçado do Grande Canal da China de Pequim a Hancheu.
No ano 604, o imperador Yang Guang da dinastia Sui deixou a capital,Chang'an (em Xian) para trasladar-se a Luoyang. Em 605, o imperador ordenou a construção de dois projetos: transferir a capital do país para Luoyang (em Henan) e escavar o Grande Canal entre Pequim eHancheu.
Tardou-se seis anos para construir o canal, unindo todos os canais que se encontravam em seu curso e ligando o rio Amarelo ao Haihe, aoHuai, ao Yangzi e ao Qiantangjiang. O grande canal se inicia em Pequim e termina ao sul de Hancheu (Zhejiang). Seu comprimento total é de 1.794 quilômetros, sendo o mais extenso do mundo. Além do município de Pequim, cruza por TianjinHebeiShandongJiangsu e Zhejiang. Depois de deixar Hancheu, o canal rodeia o lago Tai, dirigindo seu curso até a cidade de Sucheu. Entre Sucheu e Jingjiang, a parte sul de canal, ele é atravessado por cinco pontes de pedra e em suas margens encontram-se numerosos arcos comemorativos em forma de pagodas.
Na zona central, a corrente é forte e dificulta as viagens para o norte. Esta parte do canal tem vários lagos e está alimentada pelas águas do Yangzi. As terras situadas à oeste do canal estão à maior altura que as situadas à leste. Por isso estas duas porções de terra são conhecidas como Shanghe (em cima do rio) e Xiahe (debaixo do rio).
A parte norte é a mais larga de todo o canal. Se estende desde o antigo leito do rio Amarelo até Tianjin. Na região de Shandong, o canal passa por diversas lagoas que no verão formam um lago (o Zhouyang). Ao norte deste lago está a cidade de Ziningzhou. Na parte onde o rio Amarelo cruza o canal e, segundo os antigos mapas, existia um canal seco que se utilizou até 1853.
A parte mais antiga do canal é o trecho entre o Yangzi e o rio Amarelo. Esta parte aparece em um dos livros de Confúcio, o que indica que foi construído por volta de 486 a.C. Foi reparado durante o século III a.C. A parte sul, entre Yangzi e Hancheu, foi construída em princípios do século VII a.C. Acredita-se que a parte norte foi construída entre 12801283. A parte norte do canal é pouco utilizada na atualidade, mas é uma boa ligação entre o norte e o sul. O problema é que está mal construída, esquecida e recebe lodo da bacia do rio Amarelo, o que dificulta a navegação. As zonas mais utilizadas atualmente são a parte sul e a zona central.

UNESCO[editar | editar código-fonte]

O Grande Canal foi incluído na lista de patrimônio Mundial daUNESCO por "ser uma construção gigantesca, criando o maior e mais extenso projeto de engenharia antes da Revolução Industrial"[1]

Comentários

  1. Grande Canal da China, conhecido também como Grande Canal Jing-Han é o canal ou rio artificial mais antigo do mundo.

    Traçado do Grande Canal da China de Pequim a Hancheu.
    No ano 604, o imperador Yang Guang da dinastia Sui deixou a capital,Chang'an (em Xian) para trasladar-se a Luoyang. Em 605, o imperador ordenou a construção de dois projetos: transferir a capital do país para Luoyang (em Henan) e escavar o Grande Canal entre Pequim eHancheu.
    Tardou-se seis anos para construir o canal, unindo todos os canais que se encontravam em seu curso e ligando o rio Amarelo ao Haihe, aoHuai, ao Yangzi e ao Qiantangjiang. O grande canal se inicia em Pequim e termina ao sul de Hancheu (Zhejiang). Seu comprimento total é de 1.794 quilômetros, sendo o mais extenso do mundo. Além do município de Pequim, cruza

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda