Pular para o conteúdo principal

História do Rádio Baú velho

31
mar.

´edizio ferreira lima Aqui eu  feliz da vida sempre falando bem  dos meus grande amigos do  Rádio -Homenagens=

Homenagem ao radialista Amazonense Paulo Gilberto

radialistaediziolimaedizio.blogspot.com/.../homenagem-ao-radialista-ama...

Homepage » Homenagem ao radialista Amazonense Paulo Gilberto ... Pulo Gilberto Show foi talvez um dos melhores programa da Rádio Rio Mar nos anos 70.
                                                                                                                                               Postado por: Carlos Zamith em Sem categoria

A última Lei municipal que tratou da denominação de ruas e praças, de Manaus, com alterações e nomes repetidos, o que não é concebível, prestou justa homenagem a radialistas e jornalistas de Manaus, já falecidos, tais como:
Clodoaldo Guerra, um ex-locutor da Rádio Baré e Rádio Difusora. Seu nome foi dado à antiga Rua 15, no conjunto Castelo Branco;
Carlos Carvalho, um dos maiores narradores esportivo da Radio Difusora, tem seu nome na ex-Crisanto Jobim, em Petrópolis;
Josué Cláudio de Souza, jornalista, proprietário da Rádio Difusora, fundada em 1948, também político, tem seu nome mantido numa Rua do Bairro de Petrópolis,
Jaime Rebelo, jogador do Eldorado, São Raimundo, Seleção do Amazonas, narrador esportivo, advogado e Chefe da equipe da Rádio Baré. Seu nome foi mantido, Bairro do no Japiim;
Bianor Garcia, jornalista de O Jornal e A Notícia, idealizador do Festival Folclórico, no Estádio General Osório, ganhou seu nome na ex-Rua 3, na Cidade Nova;
João Bosco Fareco, radialista da Rádio Difusora, tem seu nome na ex-25 de Dezembro, no bairro do Japiim;
Josaphat Pires, locutor de radio ator da Rádio Baré, ganhou seu nome na ex-Rua 34, conjunto 31 de março, no Japiim;
Irisaldo Godot, jornalista, chefe de esporte do O Jornal e Diário da Tarde, ex-diretor da Imprensa Oficial, primeiro presidente entidade dos cronistas esportivos, tem seu nome no ex-Beco C. Alves no bairro da Raiz. Também na Colônia Santo Antônio, ex-Rua Santo Amaro. Nesta está Godô, sem o T mudo;
Guilherme Gadelha, subsecretário do O Jornal do Comércio e ex-funcionário da Assembléia Legislativa, tem seu nome na ex-Rua 01, no Parque Dez de Novembro;
Mansuêto Queiroz, veterano no O Jornal do Comércio tem seu nome na ex-Rua 139, na Cidade Nova;
Carlos Leal, ex-locutor da Rádio Difusora, ganhou o nome na rua ex-03, no bairro do Japiim;
Andréa Limongi, ex-radialista desde a fundação da Rádio Difusora, ganhou seu nome na ex-Rua 02, no conjunto Castelo Branco, no Parque Dez;
Alfredo Fernandes, diretor artístico da Rádio Baré e depois da Rádio Rio Mar e radio ator, tem seu nome na ex-Rua Jorge Amado, no bairro do Japiim. Está ainda na ex-Rua Nova, no Bairro Esperança
Mário Emiliano, repórter esportivo, narrador e comentarista atuando por último na Rádio Rio Mar. Seu nome está mantido no Bairro do Parque Dez.
Domingos Lima, violonista pertencente ao cast da Rádio Difusora, conjunto Mariuá, com Máximo Pereira e Toinho. Seu nome está na antiga Rua Belém, onde se localiza o velho campo do Parque Amazonense.
Herculano de Castro e Costa, um dos mais conceituados jornalistas, tem seu nome mantido no Bairro do Parque Dez.
Sen. João Bosco, cria da Rádio Difusora, como narrador esportivo, comentarista. Foi Vereador, Deputado Estadual e Senador da República. Nascido em abril de 1938, morreu em maio de 1979, com poucos dias com o mandato de Senador.
Paulo Soares, Rádio Difusora. Seu nome está na ex-Rua Breves, no D. Pedro I.                             Então , Paulo Gilberto foi  talvez  um dos melhores  da Região  Norte  do  Brasil nos anos  70, na  Rádio Rio Mar  ele  fazia  seu  show  pelas ondas do  Rádio, esse eu     ouvi por  muito tempo e ele  sempre  muito alegre  fazia  o  rádio    com   um  coração   aberto  pra seus ouvintes .veja  mais em=  radialistaediziolimaedizio.blogspot.com/.../homenagem-ao-radialista-ama.

Homenagem ao radialista Amazonense Paulo Gilberto

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda