Pular para o conteúdo principal

Após cinco anos com braço quebrado, menino passa por cirurgia corretiva em Manaus

Após cinco anos com braço quebrado, menino passa por cirurgia corretiva em Manaus

Caso de Railson Lima, de oito anos de idade, comoveu cidade e usuários das redes sociais01/04/2016 às 17:41 - Atualizado em 01/04/2016 às 17:43
Show railson
Railson Lima, após sair do centro cirúrgico. (Divulgação)
A espera demorada de cinco anos teve fim. A cirurgia do braço esquerdo do estudante Railson Lima, 8, foi um sucesso. Internado desde a última quarta-feira (30), na Fundação Hospital Adriano Jorge, Zona Sul de Manaus, Railson entrou na sala de cirurgia às 11h30 da manhã desta sexta-feira (1). O estudante quebrou o braço quando tinha três anos. Levado ao hospital, o ortopedista de plantão informou que por causa da idade óssea era necessário esperar completar sete anos.
De acordo com a mãe do estudante a frentista, Keith Martins, após o drama para conseguir agendar a cirurgia para Railson, noticiado por A Crítica em janeiro, ter gerado comoção tanto na capital amazonense como nas redes sociais, a direção do Adriano Jorge entrou em contato com a frentista e informou que a cirurgia do filho estava agendada para o dia primeiro de abril.
Para que a cirurgia fosse realizada nesta sexta-feira, Railson precisou ser internado três dias antes. Os auxiliares do médico na manhã desta quinta-feira (31) chegaram a informar a Keith que talvez não fosse possível realizar a cirurgia, pois seria necessário aguardar Railson completar 14 anos, pois é a idade que é possível visualizar melhor os nervos, mas que tudo dependia do próprio médico cirurgião.
“Minha maior felicidade, foi ver meu filho na companhia dos enfermeiros, principalmente quando eles comentaram que a cirurgia foi um sucesso”, disse Keith Martins.
Entenda o Caso
Railson quebrou o braço esquerdo aos 3 anos e foi levado para o Hospital da Criança João Lúcio, Zona Leste, e depois encaminhado à Fundação Hospital Adriano Jorge, Zona Sul. O ortopedista que o atendeu informou que ele teria que esperar ter sete anos para fazer a cirurgia. Quando a criança completou a idade indicada pelo médico, outro ortopedista do Adriano Jorge informou que a cirurgia deveria ter sido feita na ocasião do acidente. Desde então, o caso se arrasta em meio à burocracia e remarcações.
Isabelle Valois

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta

Loteria dos EUA sorteia prêmio de US$ 1,5 bilhão nesta quarta Valor está acumulado desde novembro, quando último ganhador saiu.
Prêmio é o maior da história da Powerball. Da Reuters FACEBOOK