Pular para o conteúdo principal

Manaus noticias

Alegoria que traria cunhã-poranga na 1º noite do Azul quebra e é substituída

O carro-alegórico traria a cunhã-poranga Maria Azêdo, na primeira noite de apresentação do Boi Azul, nesta sexta-feira. Mas por conta do incidente, a cunhã irá entrar na Lenda Amazônica Tandavú – a fera dos rios, dos artistas Nei Meireles e Márcio Gonçalves, que era originalmente da segunda noite.24/06/2016 às 16:12
Show juma2
Fotos: Aguilar Abecassis
Lorenna SerrãoParintins (AM)
Tubo de alegoria da Lenda Amazônica "Juma", do artista André Amoêdo, cedeu na manhã desta sexta-feira (24) - algumas horas antes da estreia do bumbá na arena do Bumbódromo no 51º Festival Folclórico de Parintins - e a estrutura precisou ser substituída.
O carro-alegórico traria a cunhã-poranga Maria Azêdo, na primeira noite de apresentação do Boi Azul, nesta sexta-feira. Mas por conta do incidente, a cunhã irá entrar na Lenda Amazônica Tandavú – a fera dos rios, dos artistas Nei Meireles e Márcio Gonçalves, que era originalmente da segunda noite.
“Foi apenas um contratempo, mas para a nossa sorte a Tandavú estava pronta e ela, que era da segunda noite, foi passada para a primeira. Isso não vai interferir em nada na evolução do Caprichoso hoje”, comentou André Amoêdo.
Ainda segundo o artista, Maria Azêdo iria sair do pescoço do Juma, mas infelizmente o contrapeso do rabo de lança, responsável por erguer a estrutura, se rompeu.
“Primeiro um tubo rompeu e depois os outros também e por isso nós decidimos soldar os tubos. Até o momento ainda não sabemos se alegoria irá ser apresentada na segunda ou na terceira noite do Caprichoso. Quem decidirá será o conselho de arte” completou Amoêdo.
A Lenda Juma tinha a princípio 24 metros de altura, mas de acordo com Amoêdo foi reduzida para 22 metros. Já a Tandavú tem aproximadamente de 18 metros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda