Pular para o conteúdo principal

Morre Ivo Pitanguy aos 90 anos, professor e cirurgião.

Morre Ivo Pitanguy aos 90 anos, professor e cirurgião.


0
Pitanguy participou do revezamento da tocha olímpica no Rio na última quinta-feira.
Pitanguy participou do revezamento da tocha olímpica no Rio na última quinta-feira.
O cirurgião Ivo Pitanguy morreu na tarde deste sábado (21), aos 90 anos. O seu corpo será velado amanhã, a partir das 13h, no Memorial do Carmo. Às 18h, será a cerimônia de cremação. Segundo a assessoria de imprensa do médico, ele sofreu uma parada cardíaca em casa. Nesta sexta-feira (5), o cirurgião participou do revezamento da tocha olímpica em Botafogo, Zona Sul do Rio.
Pitanguy se tratava de um grave problema renal, e acabou desenvolvendo uma infecção durante os processos de hemodiálise, quando precisou fazer também um cateterismo.
Com mais de 900 livros publicados aqui e no exterior, o professor era membro da Academia Brasileira de Letras e da Academia Nacional de Medicina. O médico foi o responsável pela criação do serviço de queimados da Santa Casa de Misericórdia, no Rio. Ele também criou o serviço de cirurgia plástica reparadora daquela instituição. O mestre deixa quatro filhos e cinco netos.
No final da década de 40, a cirurgia plástica ainda não era reconhecida como uma especialidade, e os obstáculos motivaram Ivo Pitanguy a participar de um concurso do Instituteof Internacional Education. Contemplado com uma bolsa de estudos, partiu para Cincinatti, em Ohio (USA), na condição de cirurgião residente do Serviço do Professor John Longacre, no Bethesda Hospital.
Alguns dos títulos recebidos pelo professor ao longo da vida:
Chancellier des Universités de Paris, Universidade de Sorbonne
Doutor Philosophiae Honoris Causa, pela Universidade de Tel Aviv, Israel
Doutor Honoris Causa pela Universidad Autônoma de Guadalajara
Doutor Honoris Causa pela Universidade de Alagoas, Maceió
Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal da Paraíba
Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul
Doutor Honoris Causa pela Universidade de Santa Cecília, Santos, São Paulo
Doutor Honoris Causa pela Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro
Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal do Paraná
Doutor Honoris Causa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Distinções nacionais:
Patrono da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Presidente de Honra da Associação dos Ex-Alunos do Professor Pitanguy
Presidente do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Período:1975-1985
Prêmio Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Medalha Mérito Tamandaré.Grão-Mestre da ordem do Rio Branco, Grau de Comendador
Ordem Grande Medalha da Inconfidência, Governo de Minas Gerais
Medalha do Pacificador, Ministério da Guerra
Mérito Rotárico, por relevantes serviços prestados à comunidade
Prêmio Alfred Jurzyskowski, Academia Nacional de Medicina
Medalha do Mérito Médico, Ministério da Saúde
Personalidade Brasileira dos 500 anos, pela Obra Oficial das Comemorações do V Centenário
Cirurgião Plástico do Milênio, Título recebido durante a XVI Jornada Mineira de Cirurgia Plástica
Medalha Santos Dumont
Personalidade Brasil de Meio Ambiente, Casa Brasil/Jornal do Brasil.
Medalha de Mérito Professor Benjamin Albagli, Instituto de Pós-Graduação Médica Carlos Chagas
Distinções estrangeiras:
Officier de L´Ordre de laLégion d´Honneur
Tître de Grande Ufficiale, concedido pelo governo italiano
Grand Cordon da Ordem Al-Kawkab Al-Urduni, outorgado pelo Rei Hussein da Jordânia
Medalha Ovissam Alaouille de L´OrdreCommander, condecorado pelo Rei Hassan I, do Marrocos
Medalha Dieffenbach
Ordem Dinástica da Casa Savoia
Orden Andrés Bello, Venezuela, como reconhecimento ao seu trabalho junto à população menos favorecida
Golden Saw Award, American Academy of Facial plastic and Reconstructive Surgery, USA
Le Prix de Promotion Internacionale de Recherche Medicale, concedido pela Unesco, Suiça
Cultura per la Pace, Papa João Paulo II, Itália
La Medaille d´OR, Conceil Supérieur de la Société d´Encouragementau Prógress
Graddo di avaliere de Nell”Ordini dei SantiMaurizio e Lazzaro, Napoli
Medalha da Cidade de Paris.Prêmio Kroton de Medicina, Itália
Membro do Honor pelo Olustre Colégio de Médicos de Madrid
Homenageado com uma das personalidades que se destacaram no século 20, no Livre du Millenium: IlsOnt fait Le XX Siècle, no qual figuram Albert Einstein, Alexandre Fleming, Sigmund Freud, entre outros
Padre delle Chirurgia Estética Mondiale, Título conferido pela Sociedade de Cirurgia Estética Italiana
Bistouri d´Or e Médaille d´Honneur, da Sociedade Francesa de Cirurgia Estética
The Greatest Aesthetic Doctor in the 20th Century, Japan Society of Aesthetic Surgery, Título recebido em Tóquio
Millennium Speaker, outorgado pela American Society for Aesthetic Surgery, por sua contribuição na divulgação e ensino da especialidade no mundo
The Medicine Oscar for Aesthetic Surgery, Lindau, Alemanha
Primeiro Membro Estrangeiro agraciado com o 2010 Honorary Member Certificates, American Society of Plastic Surgeons, Toronto
Membre Associé de la société française de chirurgie plastique

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda