Pular para o conteúdo principal

Manaus noticias

Presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, morre aos 87 anos

Informação foi confirmada por funcionários da empresa na tarde desta quarta-feira (14). Jornalista estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo14/12/2016 às 15:08 - Atualizado em 14/12/2016 às 15:42
Show 900cd9b1 1e44 4719 9418 d75561b7a45e

Jornalista faleceu aos 87 anos (Foto: Márcio Silva/AC)

acrítica.comManaus (AM)
O diretor-presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, faleceu na tarde desta quarta-feira (14) em São Paulo. A informação foi confirmada por funcionários da empresa. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês. Não há informações sobre as causas da morte.
O jornalista Phelippe Daou foi um dos fundadores da Rede Amazônica juntamente com Milton Cordeiro e Joaquim Margarido. Atualmente, a Rede Amazônia transmite a programação da Globo no Amazonas em todos os estados da região Norte, com exceção do Pará.
Em 1º de setembro de 1972, juntamente com Joaquim Margarido e Milton Cordeiro, ele fundou a Rede Amazônica de Rádio e Televisão.
História
Segundo informações da Rede Amazônica, o jornalista e empresário nasceu em Manaus no dia 15 de dezembro de 1928. Phelippe era viúvo de Magdalena Arce Daou, pai de dois filhos, Phelippe Daou Jr. e Cláudia Daou Paixão e Silva.
Daou prestou vestibular para a Faculdade de Direito do Amazonas, onde formou-se. Muito cedo ainda, iniciou no jornalismo, como repórter do Jornal do Comércio, mas a ascensão na carreira começaria um ano depois, com sua transferência para a empresa Archer Pinto, proprietária, na época, de "O Jornal e Diário da Tarde", onde exerceu diversas funções redacionais. Ele também atuou como redator da Rádio Rio Mar.
O jornalista destacou-se como defensor da Zona Franca de Manaus e foi membro do Conselho Deliberativo dessa instituição que por consenso representava toda a classe empresarial – a Associação Amazonense de Imprensa e a Associação Comercial do Amazonas.
Joaquim Margarido e Milton Cordeiro
No dia 5 de outubro, o dos sócio-fundadores da Rede Amazônica, Joaquim Margarido, faleceu em Manaus. Desde 2011 ele tratava um câncer e estava afastado do cargo por conta da doença. Margarido também foi um dos criadores da primeira agência de publicidade do Estado, a Amazonas Publicidade Ltda, em 1968, e teve participação decisiva na criação da Amazonas Distribuidora, empresa do grupo que distribui publicações dos grandes grupos do Sul do Brasil.
Em 31 de outubro deste ano, o vice-presidente da Rede Amazônica, Milton Cordeiro, faleceu vítima de um quadro grave de pneumonia. Ele dá o nome a um prêmio de jornalismo, criado em 2012.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda