Pular para o conteúdo principal

Carne de cachorro e gato

7 países que ainda consomem carne de gato e cachorro

CURIOSIDADES | MUNDO ANIMAL |  20 de agosto de 2015 por Magno Oliver
Você gosta de animais de estimação? Quais são os seus preferidos: cães ou gatos? Existem animais no mundo de todos os tipos: altos, baixos, médios, cheinhos, magrinhos, aquáticos, terrestres, aéreos etc. Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós exibimos um lado muito triste do mundo animal que são as espécies com menos de 100 animais vivos que estão á beira da extinção(Clique aqui e veja a matéria).
Mas existem países em que as pessoas consomem a carne de alguns animais e muitos deles são os de estimação que está em sua casa. Alguns países pelo mundo consomem carnes de cachorro e gato. A prática é considerada comum em grande parte da Ásia e região da China. Muitos cães e gatos são opções oferecidas nos menus de vários países em refeições individuais ou com acompanhamento. Separamos para você uma listinha com alguns países que consomem a carne destes estimados animais.
Veja os países que consomem carne de cães e gatos:
Publicidade

1 – China

cachorro2
Na China, a carne dos animais são tão bem apreciadas que os habitantes organizam um famoso festival gastronômico servindo uma enorme diversidade de pratos feitos com a carne de cachorro.
Ele acontece na região de Yulin, atônoma de Guangxi. Reunir-se para comer a carne de cães já se tornou uma tradição anual e em comemoração ao solstício de verão, que marca a chegada dos dias quentes.

2 – Canadá

2015-06-20t141151z_140684199_gf10000134074_rtrmadp_3_china-dog-meat
Os cães são muito utilizados pelos habitantes das regiões do Alasca, norte do Canadá, Sibéria e Groelândia. O trato com os bichinhos é bem especial, pois eles vivem nesses lugares gelados aos montes.
Tanto que na falta de alimentação, a carne do cachorro acaba sendo solução encontrada por moradores dessas regiões. Pode parecer estranho para nós ocidentais, mas por lá comer a carne dos cãezinhos que puxam trenó é considerada como uma atividade comum.

3 – Havaí, Estados Unidos

hawaii-flickr_Andrew-Hall
Nos Estados Unidos, em especial o Havaí, nem tudo por lá são só ondas, surf, sol quente e muita praia, além de vulcões paradisíacos para se fotografar. Os moradores da região têm um hábito diferente dos hábitos brasileiros, por exemplo, durante o jantar: pratos feitos com a carne de gatos.
Sim, comida com gatos e de todos os modos: fritura, na chapa e por aí vai. Por lá, os pacíficos bichanos não são tão utilizados como animais de estimação, como vemos em outros lugares, mas sim como uma opção para alimento. O que mais se tem em restaurantes, bares e estabelecimentos que trabalham com a venda de comida são a carne de gato servida em várias modalidades. Será que lá eles vendem o famoso espetinho de gato?

4 – Suíça

393691
A Suíça é conhecida como a terra dos relógios, dos chocolates maravilhosos e, agora, o local de degustação de carne de cães e gatos. Nas regiões dos Alpes, o consumo é alto e tem até regulamentação do governo que defende o abate sem causar sofrimento aos pequenos.
O jornal Bote Rheintaler mostrou que em cantões rurais de Appenzell e St. Gallen, a carne destes animais é consumida ao vivo e com cheffs que já criaram vários pratos em cima da carne do animal.O país é considerado como um dos maiores consumidores da carne de cães, ficando atrás apenas da China.

5 – Vietnã

comida
Nas ruas e estabelecimentos que vendem comida trabalham com uma contradição: O cão é o melhor amigo ou comida? Em Hanói, animais de diversas raças são consumidos pela população.
No Vietnã, cerca de mais de 5 milhões de cachorros são consumidos todo ano, de acordo com estimativas da Animals Asia Foundation. A forma de abate dos cães é de forma bem dolorosa, pois segundo os grandes donos de restaurantes a adrenalina que é liberada com esse processo torna a carne mais macia.

6 – Coreia do Sul

607
Na Coréia do Sul, comer carne de cães e gatos é visto como um alimento muito requisitado. Em dias de verão, as iguarias são as mais desejadas, pois são consumidas para efeitos de amenizar o calor. O país asiático é um grande pólo de carne de cachorro muito forte.
Também há a grande incidência de grupos humanitários de defesa dos animais que lutam para que essa forma de alimento não seja praticada. Os animais são abatidos de uma forma bastante cruel e dolorosa.

7 – Tahiti

comer
As Ilhas Polinésias são consideradas um paraíso para o turismo e o lazer. Só que para os cachorros e gatinhos isso não é tão paraíso assim. Nesta região, eles são considerados fonte de energia e alimentação para muita gente.
No Tahiti, comer carne de cães e gatos é tão comum como comer um pastel na feira em países como o Brasil. Os animais são considerados alimento tradicional por lá.
E você, também comeria carne de gato ou cachorro? Teria coragem de saborear um prato com a carne de um destes animais? Mande aí para gente a resposta nos comentários.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

Os 7 lugares impenetráveis do mundo

Os 7 lugares impenetráveis do mundo NOV 23 2009
Segue a lista dos 7 lugares de impossível acesso espalhados pelo mundo. São invulneráveis à entrada de qualquer pessoa não autorizada e foram estrategicamente construídos para evitar que isto aconteça. Look: . 1. O abrigo de sementes do fim do mundo A caverna (ou abrigo) de sementes do juízo final situa-se numa ilha norueguesa no Oceano Ártico aberto em 2008, criando um banco de mais de 100 milhões de sementes representando todas as principais culturas alimentares na Terra.
Trata-se então de uma gigante Arca de Noé afim de preservar a nossa flora, por milhares de anos. Se nossas espécies se acabarem por guerras, doenças ou até mesmo pelo aquecimento global, poderão ser reabastecidas a partir destas sementes, que estão protegidas 400 pés montanha abaixo, com todo o tipo de proteção para conservar nossas sementes. O local é constantemente protegido por guardas armados, pode suportar terremotos de magnitude 7º e também resiste a um ataque nuc…