Pular para o conteúdo principal

Manaus aqui

INVESTIGAÇÕES

"Ação orquestrada", diz Sérgio Fontes sobre ataques a ônibus em Manaus

Secretário de Segurança afirmou que novos vândalos serão presos e classificou a atitude dos empresários em recolher ônibus das ruas de Manaus como precipitada24/02/2017 às 13:33 - Atualizado em 24/02/2017 às 13:45
Show fin  es13181123
Ataques a ônibus ocorreram na noite desta quinta-feira (Foto: Evandro Seixas)
Alik MenezesManaus (AM)
O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, disse, durante coletiva de imprensa, que indícios apontam que as tentativas de incêndios de coletivos na quarta-feira (22) e ontem fazem parte de uma ação orquestrada. "Há, sim, uma ação orquestrada e temos elementos que nos permitem inferir isso". Por conta dos incêndios, ônibus foram retirados das ruas, deixando a população abandonada à própria sorte.
De acordo com Sérgio Fontes, as investigações detectaram que todos os incêndios foram praticados com o mesmo tipo de garrafa, e que o homem preso por ter ateado fogo em um dos ônibus já foi funcionário de empresas que atuam no transporte da cidade. 
Wilson Soares da Silva, 45, apresentado durante a entrevista coletiva, confessou que tentou incendiar um ônibus na noite de ontem. Ele contido por usuários do coletivo. Wilson trabalhou como manobrista na empresa Via Verde e estava desempregado desde o ano passado. "Foi um ato de desespero", afirmou ele. No entanto, para Fontes, a justificativa é falha. "O cidadão tem carteira do Sinetram, é motorista, tem dinheiro e estava lá queimando ônibus", afirmou. 
Fontes disse que as investigações apontam que um grupo de pessoas é responsável pelas ações, mas negou que sejam ligadas ao crime organizado ou facções Criminosas.  "Temos um grupo de pessoas coordenadas, que são funcionários ou ex-funcionários de empresas", afirmou Sérgio Fontes, ressaltando que há investigações e que nos próximos dias os outros vândalos seram presos e apresentados à imprensa. 
Fontes classificou como precipitada a atitude do Sinetram de mandar recolher os carros para as garagens alegando falta de segurança. "Em nenhum momento fomos procurados e a polícia está na rua", disse ele, que destacou ainda o fato de que ninguém foi ferido nas ações, dando mais um indício de que os crimes foram orquestrados. "Querer dizer que foi tirado os ônibus porque não tem segurança e os motoristas vão morrer, é mentira. Qem foi agredido? Quem foi ameaçado?", questionou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

Os 7 lugares impenetráveis do mundo

Os 7 lugares impenetráveis do mundo NOV 23 2009
Segue a lista dos 7 lugares de impossível acesso espalhados pelo mundo. São invulneráveis à entrada de qualquer pessoa não autorizada e foram estrategicamente construídos para evitar que isto aconteça. Look: . 1. O abrigo de sementes do fim do mundo A caverna (ou abrigo) de sementes do juízo final situa-se numa ilha norueguesa no Oceano Ártico aberto em 2008, criando um banco de mais de 100 milhões de sementes representando todas as principais culturas alimentares na Terra.
Trata-se então de uma gigante Arca de Noé afim de preservar a nossa flora, por milhares de anos. Se nossas espécies se acabarem por guerras, doenças ou até mesmo pelo aquecimento global, poderão ser reabastecidas a partir destas sementes, que estão protegidas 400 pés montanha abaixo, com todo o tipo de proteção para conservar nossas sementes. O local é constantemente protegido por guardas armados, pode suportar terremotos de magnitude 7º e também resiste a um ataque nuc…