Pular para o conteúdo principal

Manaus noticias

MANAUS
ARMADOS

Criminosos de Manaus estão comprando fuzis da Colômbia para praticar crimes

Na Zona Sul da cidade, membros da Família do Norte têm entrado em confronto e fuzis de guerra têm sido um dos armamentos usados para execuções22/06/2017 às 09:43 - Atualizado em 22/06/2017 às 09:43
Show 1215565
Série de mortes na zona Sul, como o triplo homicídio de março no Morro, são resultado da compra de armas na Colômbia (Foto: Gilson Mello)
Fábio OliveiraManaus (AM)
Nos últimos cinco dias criminosos envolvidos com o tráfico de drogas na Zona Sul de Manaus foram vistos armados com fuzil de guerra. No último domingo (18), Matheus Araújo, o ‘Loirinho’, foi executado, no bairro Raiz, com calibre 556, o mesmo usado em armamentos dos Exércitos brasileiro, colombiano e Polícia Civil. O Departamento de Repreensão ao Crime Organizado (DRCO) não descarta a hipótese de que o fuzil possa pertencer aos rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – FARC.
De acordo com o delegado Guilherme Torres, diretor do DRCO, muitos guerrilheiros que não aceitaram o acordo de paz com o governo colombiano são os responsáveis por vender os armamentos para traficantes na fronteira da Colômbia, Paraguai e até para os Estados Unidos. As armas deveriam ser entregues para o governo até o fim de julho deste ano. “Temos um problema na fronteira. Esse fuzil aparentemente pode ser das FARC. Os farqueanos que não aderiram ao acordo ficaram com o armamento que deve ser vendido ou escoado”, explicou.
Traficantes que descem o rio Japurá com objetivo de entregar drogas no interior do Amazonas sempre fazem a segurança dos entorpecentes com fuzis de guerra. Os mesmos chegam às comunidades do Estado e, às vezes, são vendidos para gerentes do tráfico. “Normalmente a droga vem com fuzil. O armamento não vem pro Amazonas como carregamento. É algo esporádico, pode surgir um fuzil ou outro”, disse o delegado ao revelar que o armamento custa aproximadamente R$ 30 mil.
Na Zona Sul da cidade, soldados da Família do Norte têm entrado em confronto e fuzis de guerra têm sido um dos armamentos usados para execuções. As armas usadas em homicídios são recolhidas e normalmente são entregues para uma pessoa que fica responsável pelo armazenamento.
O fuzil calibre 556 tem potência de transfixar (perfurar) um corpo humano e até veículos. “O fuzil transfixa. É muito forte e a ponta é fina. Transfixa em veículo, menos em blindado”, afirmou Torres, ao pontuar que o disparo no corpo humano pode retalhar completamente o membro atingido.
O armamento tem capacidade para 25 ou 30 munições, dependendo do modelo e também é vendido no mercado no negro. Todos os fuzis apreendidos na cidade de Manaus e também em municípios do Estado são de origem colombiana.
Na noite do último domingo (18), moradores do bairro Morro da Liberdade flagraram criminosos com um fuzil nas mãos correndo próximo à ponte da rua Maués. O anoitecer foi marcado por várias trocas de tiros no bairro e adjacências. O delegado Guilherme afirmou que o DRCO tem trabalhado no combate ao tráfico e ao desarmamento de criminosos. “Todos os fuzis que apreendemos são de origem colombiana”, disse.
Desarmamento marcado
As FARC tem até o final do mês de julho para entregar todo o armamento. O acordo de paz com o governo colombiano tem gerado conflitos, pois muitos guerrilheiros não concordaram. Segundo o delegado, a organização possui cerca de 8 mil rebeldes e muitos não entregaram os fuzis de guerra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda