Pular para o conteúdo principal

Morreu hoje Leal da Cunha


CurtirMostrar mais reações
Comentar
Baú Velho
32 min
liar de escritório do Correio de Notícias, um jornal que era dirigido por Marinho Filho. Depois esteve durante dois anos no O Jornal Do Comércio, mais dois anos no O Diário Da Tarde, seis anos na Rádio Difusora, e vinte e cinco anos em a A Critica, voltando em 1996 a escrever para o jornal “Amazonas Em Tempo”.
Hoje se foi para o outro lado, um grande amigo de meu pai Carlos Zamith. Recordo que aos domingos pela manhã, depois da coluna Baú Velho publicada, os dois se falavam quase sempre, algumas vezes, eu atendia e levava o telefone até o seu quarto dizendo "Pai, é pro senhor, é o Leal da Cunha". E a conversa entre esses dois amigos sempre animada era de passar as horas. Hoje eles voltaram a se falar, mes em outro plano. Segue nossos sentimentos de pesar e que Deus lhe guie no caminho da Luz para todo o Sempre. Conforto ao coração de seus familiares!

Comentários

  1. Baú VelhoCurtir Página

    MORREU HOJE LEAL DA CUNHA
    Manuel Leal da Cunha nasceu no dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12/10/1930. Leal da Cunha começou a trabalhar muito jovem, como auxiliar de escritório do Correio de Notícias, um jornal que era dirigido por Marinho Filho. Depois esteve durante dois anos no O Jornal Do Comércio, mais dois anos no O Diário Da Tarde, seis anos na Rádio Difusora, e vinte e cinco anos em a A Critica, voltando em 1996 a escrever para o jornal “Amazonas Em Tempo”.
    Hoje se foi para o outro lado, um grande amigo de meu pai Carlos Zamith. Recordo que aos domingos pela manhã, depois da coluna Baú Velho publicada, os dois se falavam quase sempre, algumas vezes, eu atendia e levava o telefone até o seu quarto dizendo "Pai, é pro senhor, é o Leal da Cunha". E a conversa entre esses dois amigos sempre animada era de passar as horas. Hoje eles voltaram a se falar, mes em outro plano. Segue nossos sentimentos de pesar e que Deus lhe guie no caminho da Luz para todo o Sempre. Conforto ao coração de seus familiares! Que Deus receba essas duas maravilhosas figuras

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

POR ONDE ANDA ?BARROS DE ALENCAR

BARROS DE ALENCAR POR ONDE ANDA ? Atualmente está participando do programa Kaká Siqueira na Rádio Record AM (1.000 kHz - São Paulo/SP), onde apresenta o quadro "Momento Barros de Alencar". BREVE HISTÓRICO: Comunicador, radialista, cantor e apresentador de TV. Paraíbano da cidade de Uiraúna, nasceu no dia 5 de agosto. Começou na Rádio Borburema, em Campina Grande - PB. Depois passou por Recife, Fortaleza e Belo Horizonte até chegar a cidade de São Paulo. Na Capital paulista passou pela antiga Rádio Tupi de São Paulo, Record e América. Na década de 80, comandou seu programa na TV Record, levando ao ar os grande sucessos musicais da época.

Povos indígenas no estado de Rondônia, fotos inéditas dos índios isolados do Acre

Povos indígenas no estado de Rondônia
Aikanã, Ajuru, Amondawa, Arara, Arikapu, Ariken, Aruá, Cinta Larga, Gavião, Jabuti, Kanoê, Karipuna, Karitiana, Kaxarari, Koiaiá, Kujubim, Makuráp, Mekén, Mutum, Nambikwara, Pakaanova, Paumelenho, Sakurabiat, Suruí, Tupari, Uru Eu Wau Wau, Urubu, Urupá
1-Povo Uru-Eu-Wau-Wau
A população da Terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau é composta por vários subgrupos, como: Jupaú, Amondawa e Uru Pa In. Encontram-se distribuídos em 6 aldeias, nos limites da Terra Indígena, por questões de proteção e vigilância. Além destas etnias, há presença de índios isolados como os Parakuara e os Jurureís.
Os Jupaú traduzem sua autodenominação como "os que usam jenipapo". A denominação "Uru-eu-wau-wau" foi dada aos Jupaú pelos índios Oro-Uari.
Muitos foram os nomes atribuídos aos Uru-Eu-Wau-Wau. As denominações Bocas-Negras, Bocas-Pretas, Cautários, Sotérios, Cabeça-Vermelha, são encontradas na historiografia e estão relacionadas ao espaço geográfico ou a se…

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES

MULHER ENTRA NUA EM CABINE DA PM E CONSTRANGE POLICIAIS MILITARES EM MANAUS Portal do Holanda